O Brasil já tem mais de mil escolas ocupadas de forma espontânea por jovens que se colocam contrariamente às medidas do governo golpista e entreguista de “MiShell” Temer. Medidas essas que afetam diretamente a Educação. Os estudantes protestam contra a PEC 241 – do teto dos gastos para a Educação -, o projeto de entrega do Pré-sal para empresas estrangeiras, a reforma do ensino médio e ainda o projeto Escola Sem Partido.

Os jovens de hoje estão se tornando novamente protagonistas no cenário político brasileiro, e isto motivado por um senso de dever e solidariedade com as causas sociais e com o próprio país, se envolvendo com as mais diferentes temáticas e participando de vários movimentos sociais.

Assim, a forma mais viável de garantir a implementação de políticas públicas eficientes é através da participação dos jovens em sua gestação discutindo seus problemas e implementando as soluções necessárias.

O que o jovem precisa é de políticas que lhe assegurem uma Educação acessível e de qualidade, uma formação profissional adequada e oportunidades dignas de trabalho e renda. Entretanto, ele também quer participar. O jovem quer ser agente de transformação e atuar na construção dessa política. Não basta ser alvo dela, ele precisa participar!!!

Acompanhe a nossa luta curtindo a nossa página.

E vamos juntos construir um novo amanhã na política.

Comments

comments