Há imagens que falam mais do que mil palavras, mas tem algumas que gritam tão alto que são capazes de fazer panelas silenciarem por vergonha. Esse conjunto de fotos desse post é um desses raros exemplos.

Ontem, para completar, o STF disse que o senador Renan Calheiros poderia continuar na Presidência do Senado mesmo sendo réu de um processo. Estranho que esse mesmo STF, há alguns meses, disse que o ex-presidente Lula não poderia assumir um Ministério no Governo da Dilma porque ele era investigado.

Há alguns meses, logo depois do Senado afastar a presidenta Dilma, o senador Romero Jucá, ministro do Governo do Sr. MiShell Temer, foi flagrado em um áudio onde dizia ao ex-presidente da Transpetro, Sr. Sergio Machado, a famosa frase que sugeria um “acordão” para acabar com a Operação Lava-Jato retirando a Dilma do poder: “um grande acordo nacional… com o Supremo, com tudo”.

Soma-se a esses elementos a PEC que congela os gastos públicos em saúde e educação por 20 anos e não mexe uma vírgula no pagamento de juros ou na nossa monstruosa reserva cambial de R$ 370 bilhões. Isso mesmo, mais de R$ 1 trilhão de reais – metade do PIB nominal. Está no site do Banco Central. Vale a pena ir lá conferir, não antes de tomar um Rivotril para segurar o susto.

Eu poderia escrever mais nesse texto. Poderia falar sobre o filho de sete anos do Presidente da República com um patrimônio milionário, da escandalosa proposta de reforma da previdência que prevê 49 anos de tempo mínimo de contribuição e que foi proposta por esse mesmo presidente que, curiosamente, se aposentou aos 55 anos com um módico salário de R$ 30 mil reais.

Eu poderia também falar sobre a acusação que paira sobre o ministro José Serra de ter recebido dois milhões de reais em um banco na Suíça de forma ilegal ou até mesmo falar sobre o pequeno “probleminha” do apartamento do Sr. Geddel, que o presidente Temer pediu para o ex-ministro Calero “dar um jeitinho” para o Iphan ajudar ao querido amigo ministro… Mas eu prefiro ficar com essa foto. Emblemática, que dispensa legendas e que grita forte aos ouvidos de todos nós: “Não. Nunca foi por causa do combate à corrupção tudo o que aconteceu no Brasil recentemente”.

Comments

comments