Os estudantes da rede municipal e federal de ensino no Rio de Janeiro continuarão contando com a gratuidade no transporte de casa até a escola. A Defensoria Pública do Estado (DPRJ) obteve uma liminar que proíbe o governo estadual de suspender o benefício já a partir de ontem (8/5). 

Não são os estudantes que devem pagar o preço pela barbaridade de um (des)governo que olha apenas para os ricos e os empresários. A população do nosso estado já está mais do que insatisfeita com esse (des)governo irresponsável. 

Sigamos firmes na luta e na pressão para evitar qualquer retirada de direitos!

Siga @robsonleite no Twitter
Acompanhe pelo Facebook
Robson Leite no Instagram

O governo do Rio de Janeiro foi proibido pela Justiça de suspender a gratuidade do transporte público para estudantes das redes municipal e federal de ensino. A decisão liminar foi concedida neste domingo, 7, a pedido da Defensoria Pública. Segundo da Defensoria, a medida ‘prejudicaria mais de 26 mil alunos que precisam diariamente dos ônibus intermunicipais, trens e metrô’.

As informações são da Defensoria Pública do Rio de Janeiro.

A ação é assinada pelas Coordenadorias de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cdedica) e de Saúde e Tutela Coletiva, assim como pelos Núcleos de Fazenda Pública e de Defesa do Consumidor da Defensoria, e foi movida contra o Estado do Rio de Janeiro, a Federação de Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor) e a RioCard.

Fonte: O Estado de São Paulo

 

Comments

comments