Faltam quatro dias para as eleições presidenciais. Mas, o que está realmente em jogo nesse processo?

Este ano o Brasil se encontra em uma encruzilhada: ou segue avançando rumo ao desenvolvimento do país, o aprofundamento da democracia e à redução das desigualdades e da pobreza ou retorna ao antigo projeto anti-povo dos conservadores. A eleição de Dilma significa a continuidade do projeto político vitorioso iniciado por Lula, responsável por colocar nosso país na rota do crescimento econômico aliado à redistribuição de renda.

A enxurrada de acusações e de tentativas da grande imprensa de desestabilizar a campanha de Dilma decorre justamente disso. A velha mídia representa os interesses daqueles que durante muitas décadas governaram o Brasil e que não suportam um governo como o de Lula, que aos poucos torna o Brasil um país de todos e todas, mais justo e igualitário.

A resposta a tantas farsas reproduzidas em coro pelos grandes meios vem da melhor forma possível: com uma onda vermelha que toma conta do país. A população brasileira sabe que sua vida mudou e defende com garra a continuidade desse processo.

Foram inúmeros os benefícios conquistados pelas camadas populares de nosso país ao longo desses oito anos (veja mais). Mas ainda há muito que fazer! Com Dilma na presidência poderemos avançar ainda mais.

Se eleita, seu governo será em prol do bem comum. Somos hoje uma estrela crescente no mundo, reconhecida nos quatro continentes. Estamos construindo aqui no Brasil uma alternativa real ao atual modelo falido de desenvolvimento capitalista dos países desenvolvidos.

Por isso, neste próximo domingo, Presidente é Dilma 13!

Assista ao vídeo “O Brasil Mudou”, da campanha Dilma Presidente.

Comments

comments