O prefeito Marcelo Crivella está a um passo de oficializar a caixinha de segurança que foi instituída, de forma criminosa, pela milícia no Rio de Janeiro.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, em nota postada em seu blog com o sugestivo título de “Me dá um dinheiro aí”, o pastor licenciado da Igreja Universal estaria cobrando R$ 20 do comércio para garantir a segurança dos estabelecimentos.

Triste, mas essa é a dura realidade do desgoverno da Prefeitura do Rio…

Siga@robsonleite no Twitter
Acompanhe pelo Facebook
Robson Leite no Instagram

O prefeito Marcelo Crivella pediu à Federação do Comércio do Rio e ao Sindicato dos Lojistas do Comércio do Rio uma ajuda mensal de R$ 20, por estabelecimento, para “comprar” a folga de 800 guardas municipais e colocá-los imediatamente nas calçadas para atuar no combate ao comércio ilegal.

Segue…

Para o prefeito, com os recursos da prefeitura e o auxílio da iniciativa privada, “vamos dar conta dessa demanda extraordinária que nos acomete devido à crise do estado do Rio e do altíssimo desemprego”.

O dinheiro irá para um fundo de segurança municipal.

Fonte: Blog do Ancelmo Gois – O Globo

Comments

comments