Com o mentiroso discurso de rombo da previdência, o (des)governo de MiShell Temer tenta amedrontar a população. Entretanto, diversas entidades têm se posicionado contrariamente à reforma desmentindo o governo e mostrando a realidade dos fatos. Uma delas é a CNBB, que fez uma nota contundente na última semana contra essa terrível retirada de direitos previdenciários escondida por trás dessa “Reforma”.

Vamos pressionar e divulgar esses retrocessos para impedir a sua aprovação. 49 anos de contribuição e idade mínima de 65 anos é condenar a classe trabalhadora brasileira a trabalhar até morrer. É bom frisar que, se aprovada, teremos a mais dura e injusta proposta previdenciária do mundo.  

Parabéns a CNBB por, mais uma vez, estar ao lado do que o Papa Francisco tem lembrado e que é o centro do Evangelho: a opção preferencial pelos mais pobres e fragilizados. Exatamente aqueles que mais sofrerão com essa nefasta proposta.

Siga @robsonleite no Twitter
Acompanhe pelo Facebook
Robson Leite no Instagram

A CNBB divulgou nota nessa última quinta-feira (23/03) confirmando informação revelada pela Coluna do Estadão de que é contra a reforma da Previdência proposta pelo governo Michel Temer. “Os direitos sociais do Brasil foram conquistados com intensa participação democrática; qualquer ameaça a eles merece imediato repúdio”, diz o texto.

A nota é assinada pelo Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, Cardeal Sergio da Rocha, pelo Arcebispo de São Salvador da Bahia e Vice-Presidente da entidade, Dom Murilo S. R. Krieger e por Dom Leonardo Ulrich Steiner, Secretário-Geral da CNBB.

No documento, divulgado após o término do encontro do Conselho Permanente da CNBB, os bispos questionam os números do déficit apresentado pelo governo. “Não é possível encaminhar soluções de assunto tão complexo com informações inseguras, desencontradas e contraditórias”.

Vamos pressionar junto com a CNBB para impedir que mais esse retrocesso do governo golpista e impostor seja imposto a população brasileira.

Segue aqui a nota na íntegra.

http://politica.estadao.com.br/blogs/coluna-do-estadao/wp-content/uploads/sites/352/2017/03/Nota-da-CNBB-sobre-a-reforma-da-previdencia.pdf

Fontes: O Estado de São Paulo e Portal da CNBB

Comments

comments