Dia 25/8 – 15 horas – Praça XV

Shows com: Carlos Malta – Hyldon –  Carlos Dafé – Macau – Da Gamma (Cidade Negra) – Mu Chebabi – Rollo – Claudio Salles & os @liens –  Sergio Espirito Santo – Marcelo Vianna – Patrícia Boechat – Fuzzcas – Beto Gaspari – Tibério Gaspar – Giras Gerais –  Cecelo Frony Trio –  Paulinho Trompete –  Coyote Valvulado – Totonho e os Cabra – Dida Nascimento (KMD5) –  Gente Estranha no Jardim –  Destemido Wallace –  Batuque na Cozinha –  Ricardo Mansur – Ricardo Vilas – Elma Alegria – Blake Rumbout – Sandra Grego – Rodrigo Penna Firme – Prozaico – Santa Fé – Na Marra – Maciel – Diego Guará – Johanne Russel – DJ Bernardo Cauê

O Fórum Permanente de Música do Rio de Janeiro (FPMRJ) em diálogo com outros movimentos e fóruns de discussão de comunicação e cultura, articulam um ato/show MÚSICA ANTENADA, que acontecerá no dia 25 de agosto de 2011, na Praça XV, Rio de Janeiro.

Vivemos um novo tempo de desenvolvimento tecnológico no campo da comunicação, entretanto velhos paradigmas e dificuldades ainda não foram superados no campo da difusão. Faz-se necessária a valorização da nossa cultura, assim como a sustentabilidade dos artistas e técnicos. Estes “novos” desafios que se impõem aos trabalhadores da cultura e da música nos mobiliza para organizarmos este ato/show.

Para os músicos em especial nos interessa a questão do fortalecimento das Rádios e  TVs Educativas, das Rádios Comunitárias como mais uma forma de escoamento da produção artística, a questão da regionalização da programação das rádios   e  TVs, a questão do Jabá e dos Direitos Autorais. O ato/show acontecerá no dia Nacional de Mobilização das Rádios Comunitárias, que têm desenvolvido um dialogo com o FPMRJ no sentido de veicular artistas independentes do nosso estado em suas programações.

Também levantaremos outras questões defendidas pelo Fórum Permanente de Música do Rio de Janeiro, como por exemplo:

  • Criação de um Plano de Cultura voltado para as realizações da Copa do Mundo, das Olimpíadas e de outros eventos agendados no Rio de Janeiro para os próximos anos, que demandam uma estratégia especial para capitalizarmos também este potencial de oportunidades;
  • leis de incentivo para tratamento acústico em bares, teatros e restaurantes;
  • ocupação dos equipamentos públicos de cultura do estado;
  • a implementação, o cumprimento e a fiscalização da Lei nº 11.769, de 18 de agosto de 2008, que dispõe sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica (Lei de Diretrizes e Bases da Educação);
  • canal direto de diálogo com as instituições governamentais em nível Federal (Ministério da Cultura, Funarte), Estadual (Secretaria de Estado da Cultura do RJ, Funarj) e Municipal (Secretaria Municipal de Cultura da capital e dos demais municípios).

Acreditamos que uma grande mobilização puxada pelos músicos nos confere respaldo político e social para negociarmos estas agendas, avançarmos nas nossas conquistas e superarmos este quadro historicamente difícil, mas que atualmente tem atingido padrões muito desalentadores.

O evento suprapartidário conta com a participação de vários parlamentares que compõem as Frentes Parlamentares de Cultura e Comunicação comprometidos com as causas em questão e de integrantes da sociedade civil organizada, movimentos sociais, sindicais e estudantis.

Contamos com o apoio.

Fórum Permanente de Música do Rio de Janeiro

Movimento Pop Goiaba

Coletivo Canja Carioca

FALE RIO – Frente Ampla pela Liberdade  de Expressão e Comunicação – RJ

ABRAÇO SUDESTE

Movimento Arte Jovem Brasileira

Frente Parlamentar de Cultura e Comunicação da ALERJ

Frente Parlamentar de Cultura e Comunicação da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro.

Secretaria do Estado de Ambiente – SEA

Comments

comments