Assistimos hoje a mais um espetáculo de horrores promovido pela base do Governo Temer. Curiosamente, os mesmos que há um ano e meio retiraram a Presidenta Dilma “em nome de Deus e da família” e para “acabar com a corrupção”. Um verdadeiro show de hipocrisia que comprovou de forma inequívoca que nunca foi para acabar com a corrupção. Ou será que alguém acredita mesmo que as gravações do Presidente pedindo propina, o seu assessor direto e homem de confiança pegando mala de dinheiro oriundo de corrupção ou o Senador Aécio Neves, também flagrado em gravações pedindo propinas a empresários, são coisas simples e normais frente as “graves e terríveis pedalas fiscais”? Triste realidade que se desnuda frente a opinião pública que tem sido solenemente ignorada por esse governo, cuja única missão, além de assaltar o Estado, é de impor uma pauta que não ganhou – e jamais ganharia em lugar nenhum do mundo – uma eleição.

Siga@robsonleite no Twitter
Acompanhe pelo Facebook
Robson Leite no Instagram

Precisamos divulgar o nome de cada um dos parlamentares que impediram que a denúncia contra o Temer prosseguisse para que, no ano que vem, eles sejam cobrados pelos seus eleitores. É inadmissível essa situação. É lastimável que o país mergulhe em um processo de profundas retiradas de direitos e de descarada corrupção comandada por uma quadrilha que desvia os recursos, que deveriam ir para a previdência, a saúde e a educação, para deputados votarem pela permanência de um governo comprovadamente corrupto e à serviço da sanha do grande capital. Só nesses dias, para sepultar a denúncia, foram perdoadas dívidas tributárias de R$ 900 bilhões do setor ruralista e destinados cerca de R$ 30 bilhões em emendas parlamentares no orçamento federal. E ainda há quem acredite na falácia que o Brasil quebrou. Só se foi para a classe trabalhadora, porque para o grande capital, a única “quebradeira” foi do caráter – se é que existia algum – desses deputados.

Sigamos firmes, pois a nossa esperança é imortal e muito superior à moral ou à dignidade dos cúmplices desse governo que promoveram, mais uma vez, um espetáculo de horrores para o povo brasileiro

Comments

comments