Absurdo, mas é a pura realidade do Brasil de Temer: o Brasil retrocede décadas no combate ao trabalho escravo com essa portaria do Ministério do Trabalho, assinada pelo ministro golpista Ricardo Barros, que reduz as situações que caracterizam essa relação de trabalho análoga à escravidão.

Mais uma vez esse governo desnuda os objetivos do golpe: sacrificar totalmente a classe trabalhadora em favorecimento ao grande capital.

Durante a minha trajetória, seja como deputado estadual, militante de Direitos Humanos, Professor ou superintendente Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, sempre tive a luta contra essa praga do trabalho escravo como um pilar da minha atuação. E eu nunca vi, em nenhuma esfera governamental, uma ação assim tão descarada contra a vida humana. Um escárnio! Uma afronta! Um verdadeiro soco na cara da classe trabalhadora.

Esse governo não tem limites para cumprir a missão que lhe foi dada no golpe: destruir os direitos e, se necessário for, até a vida do trabalhador e da trabalhadora para atender a sede insaciável de lucros do setor empresarial brasileiro.

Esse governo precisa ser interrompido imediatamente. Caso contrário, a vida do povo brasileiro trabalhador corre sérios riscos.

Siga@robsonleite no Twitter
Acompanhe pelo Facebook
Robson Leite no Instagram

Leia a matéria completa em: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/medida-do-governo-temer-coloca-em-risco-combate-ao-trabalho-escravo

Fonte: Carta Capital

 

Comments

comments