Sobre os fatos ocorridos na tarde desta quarta-feira, (20/10/2010) o Partido dos Trabalhadores do Rio de Janeiro declara que:

1 – O PT-RJ repudia veementemente qualquer tipo de violência. Nossa orientação para os militantes é sempre no sentido de fazer uma campanha limpa e, sobretudo, pacífica, sem provocar ou aceitar provocações de qualquer natureza.

2 – O incidente de hoje teve início depois que seguranças do candidato José Serra, do PSDB, trataram com rispidez integrantes do grupo conhecido como “mata-mosquitos” que estavam no calçadão. É sabido que os mata-mosquitos, demitidos por Serra quando ministro da Saúde, formam um grupo que já teve atuação marcante de oposição ao candidato do PSDB em campanhas passadas. Os seguranças do candidato chegaram a rasgar cartazes dos manifestantes o que deu início à confusão.

3 – O PT-RJ pedirá às autoridades policiais que investiguem os fatos noticiados e apontem os responsáveis pelo tumulto. É preciso que sejam identificados e punidos todos aqueles que tenham provocado qualquer ato de força ou violência .

4 – Rechaçamos a tentativa de imputar ao PT ou a militantes petistas qualquer tipo de agressão ou ato violento. Acreditamos que os mata-mosquitos têm o direito elementar de manifestar suas posições democraticamente e repudiamos a truculência dos seguranças contratados pela campanha do PSDB.

Luiz Sérgio

Presidente PT-RJ

Comments

comments