A crise da Orquestra Sinfônica Brasileira segue ganhando visibilidade. Não à toa: as denúncias de posturas autoritárias, de abusos e assédio moral representam uma mancha na história da cutura fluminense.

A audiência pública que acontecerá na próxima segunda-feira, 18/04, às 14h, tem como objetivo colaborar com a solução da questão.

Divulgue e participe.

Veja abaixo nota publicada na coluna do AncelmoGois.com e o convite da audiência!

Assembleia entra em campo

Orquestra na mira

A comissão de cultura da Alerj meteu a colher na confusão que envolve a Orquestra Sinfônica Brasileira. A falta de transparência incomoda o presidente da comissão, o deputado Robson Leite (PT), que pediu ontem que a Fundação OSB envie cópia de seu estatuto e informe o salário do maestro e dos músicos.

A comissão quer ainda que o presidente da Fundação OSB, Eleazar de Carvalho Filho, e o maestro Roberto Minczuk, compareçam à audiência pública sobre o tema, marcada para o dia 18.

Leite justifica os convites, enviados ontem, argumentando que a orquestra usa as dependências do Theatro Municipal, que pertence ao governo do estado. A comissão apura ainda denúncias de assédio moral, maus-tratos e de que o maestro Minczuk receberia comissão dos patrocinadores da orquestra.

Comments

comments