Ontem, dia 22 de junho, a Comissão Pastoral da Terra completou 35 anos de muita luta no campo brasileiro, em defesa dos direitos humanos, do acesso justo à terra e da construção de um modelo de produção, descentralizado, justo e sustentável.

A CPT nasceu no auge da ditadura militar como espaço de organização contra as péssimas situações encontradas pelos trabalhadores rurais. Segundo Ivo Poletto, primeiro secretário da entidade, “os verdadeiros pais e mães da CPT são os peões, os posseiros, os índios, os migrantes, as mulheres e homens que lutam pela sua liberdade e dignidade numa terra livre da dominação da propriedade capitalista”.

A Pastoral da Terra sempre esteve vinculada às lutas populares, sendo construída diretamente nas bases dos movimentos sociais. Se inicialmente era exclusivamente vinculada à CNBB, atualmente engloba outras igrejas cristãs. Sua missão, oficializada em seu I Congresso, traduz um pouco de seu caráter:

“A CPT quer ser uma presença solidária, profética, ecumênica, fraterna e afetiva, que presta um serviço educativo e transformador junto aos povos da terra e das águas, para estimular e reforçar seu protagonismo.”

Na comemoração desse aniversário, o jovem camponês João Muniz, trabalhador rural e morador do assentamento Almir Muniz, acompanhado pela CPT e localizado na região do Agreste da Paraíba, homenageou a Pastoral com uma poesia. O texto foi publicado no site da CPT. Confira:

CPT 35 ANOS

A Comissão Pastoral
Da Terra, aqui presente
Em meados de 70
Surge na luta da gente
É a esperança de um povo
Deste pais continente.

Luta em defesa do povo
Nativos do nosso chão
Dos posseiros, dos sem terras
É contra a escravidão
Defensora dos indígenas
Donos reais da nação

São 35 anos
De um apoio sem igual
De uma atenção jurídica
Ou seja, espiritual
Uma história de luta
Parabéns a pastoral.

O povo é quem faz a luta
Acontecer felizmente
Pois a luta nos ensina
A vencer diariamente
O povo é a CPT
A CPT é a gente

São grandes os desafios
Pra luta continuar
Vamos na fé CPT
Luta não parar
Vamos caminhar meu povo
Não vamos desanimar

Um abraço especial,
A quem faz a CPT,
Na luta por terra e pão
Deus passa nos proteger
CPT muito obrigado,
Meus parabéns a você.

João Muniz
21/06/2010

Comments

comments