A Alerj aprovou nesta quarta-feira (20/04), em primeira discussão, o Projeto de Lei nº 152/11, que estabelece a adoção do padrão aberto de documentos, ou ODF (Open Document Format), nos órgãos da administração pública estadual.

A proposta é assinada por Robson Leite, que relatou em plenário as experiências bem sucedidas em outros estados, como no Paraná, e em algumas empresas. “A Petrobras economiza R$ 15 milhões por ano pela adoção do software livre”, ressaltou.

Além disso, Robson defendeu o uso do software livre como “fundamental para garantir o livre acesso às informações e documentos, agora e em longo prazo, com independência de fornecedores e softwares”.

O projeto agora vai para segunda discussão. Acompanhe as notícias pelo nosso site!

Foto: Thaisa Araújo (Comunicação Alerj)

Comments

comments