Na última sexta participamos da missa e caminhada em defesa da Vida – Candelária nunca mais, em ocasião do aniversário de 17 anos da Chacina da Candelária, conforme relatamos aqui no blog. Veja agora o texto de introdução da missa e a íntegra da prece lida por Robson Leite e por outros companheiros.

Caríssimos irmãos e irmãs,

Neste dia lembramos que há 17 anos a vida oito jovens foram ceifadas barbaramente neste local, crime esse que ficou mundialmente conhecido com a Chacina da Candelária. Diante deste e de tantas outras chacinas, lembremos também os 20 anos da Chacina de Acari, uma das mais violentas já vista em nosso Estado.

Deus deseja que reflitamos sobre o valor da Vida que Ele nos dá e que muitas vezes a desprezamos, tomamos a Sua frente e decidimos o que fazer sem respeitá-lo.

Em meio a tanto sofrimento, comemoramos os 20 anos do Estatuto da criança e do adolescente que foi conquistado com muita luta da sociedade civil, entidades de direitos humanos e movimentos sociais, porém é preciso continuar a mobilização em torno da defesa da vida das nossas crianças e adolescentes e pela eficaz efetivação de políticas públicas para infância e adolescência.

Digamos sim a vida com a juventude que hoje puxa a Campanha Nacional Contra a Violência e Extermínio de jovens, eles que são vistos com o futuro da nação, nem sempre são respeitados como sujeitos de direitos.

Enfim, que possamos ser semeadores da PAZ, sem desprezar e nem deixar cair no esquecimento toda luta e dor do povo pobre e marginalizado que todos os dias clamam: Chega de Violência e Extermínio!

1- Pela valorização da VIDA, para que os governantes, a sociedade e toda a humanidade possam perceber que a lei maior é a Lei de Deus e que a vida das pessoas só a Deus pertence e somos instrumentos para lapidar o tesouro da vivência e não somente da sobrevivência, rezemos;

2- Pelos 20 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para que através dele entendamos que as crianças e adolescentes são cidadãs e cidadãos sujeitos de direitos e de deveres, rezemos;

3- Pelos parentes de vítima da violência, para que se fortaleçam na FÉ e juntos sejam semeadores do desejo de Paz e Justiça, rezemos;

4- Pelas comunidades, para que unidas possam lutar por dignidade de vida, protagonizando sua própria história, rezemos;

5- Por todas as pessoas que direta ou indiretamente contribuem para que dias como HOJE sejam realizados e o grito de clamor dos oprimidos e humilhados ecoe em nossa sociedade, rezemos;

6- Pelas pessoas que matam, ferem e destrói, para que possam se converter e plantar a PAZ.

Comments

comments