Robson na frente da ColoniaNa manhã do último sábado o Deputado Federal Jorge Bittar e eu estivemos com o Presidente da Associação de Moradores e Amigos da Antiga Creche Colônia Juliano Moreira, Genivaldo Nogueira. Ao lado de outras lideranças da comunidade, que fica no bairro de Jacarepaguá, fizemos uma caminhada para reafirmar nosso compromisso com as obras do PAC (Programa de Aceleração de Crescimento), que estão em curso no local.

Bittar, que foi Secretário de habitação desde o início da gestão de Eduardo Paes na Prefeitura do Rio e agora está licenciado para sua pré-candidatura a um novo mandato na Câmara, foi um dos responsáveis pela conquista de um total de 100 milhões de reais para as obras de infraestrutura necessárias na Colônia Juliano Moreira. As obras incluem programas de habitação, recuperação de prédios históricos, urbanização e saneamento, levando para a população local, de quase 22 mil moradores, condições dignas de vida e moradia.

mapa das obras do Pac da coloniaReforcei meu compromisso com a comunidade de continuar atuando em favor de seus interesses e necessidades. É importante que um secretário ou parlamentar ouça de fato, não só os problemas enfrentados pelas localidades, mas também sugestões de seus moradores sobre a melhor forma de resolvê-los. Apenas quem convive todos os dias com situações difíceis, como a falta de energia ou ruas esburacadas, sabe exatamente onde o problema tem seu início e por onde devemos começar para solucioná-lo.

Esta é a diferença de um mandato participativo. O parlamentar vai ao encontro dos moradores para compreender o problema pelo seu ponto de vista e para elaborar em conjunto a solução. O Presidente da Associação, Genivaldo, sempre se empenhou para que os moradores da comunidade tivessem voz na Prefeitura.

Os presentes questionaram a demora das obras, que já estão previstas há anos, e demonstraram certo receio de acabarem por ficar sem os benefícios caso Bittar não seja reeleito. Bittar explicou que agora a verba já está aprovada para esta finalidade específica, e não pode ser utilizada para outro fim que não as obras de infraestrutura na Colônia Juliano Moreira.

Robson e Bittar com lideraça comunitáriaMas pretendemos ir mais além. Compreendemos que, além de moradia digna, saneamento básico, energia elétrica e urbanização, o que o Rio e o Brasil mais precisam é de Educação. Temos na comunidade um terreno particular que está sendo pensado como área para a construção de uma Escola Técnica. Continuaremos assim a política educacional do Governo Lula, que construiu, em seus oito anos de governo, 214 Escolas Técnicas em todo o país, sendo que antes de assumir a presidência, o Brasil contava com apenas 140.
Após a caminhada, seguimos para uma Feijoada com outras lideranças da comunidade e de outros locais, como Turano, Jacarezinho, Guarabu (Ilha do Governador), Canal do Anil, Rio das Pedras, Morro do Banco e Cidade de Deus. Neste segundo momento, reforçamos nosso compromisso contra as remoções precipitadas. Antes de retirar famílias de suas habitações é preciso que tenham outro local para ir. O programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal cumpre este papel. Oferece às famílias um aluguel social até que as moradias populares que receberão fiquem prontas, e encaminha estas famílias para outros locais dentro das mesmas comunidades que já moravam antes.

O companheiro Bittar também lembrou aos presentes a importância dos Deputados:

— Muitas pessoas acham que o papel dos Deputados não é importante, que os importantes são os Prefeitos, Governadores e Senadores, mas o Presidente não assina nada sem o aval dos Deputados, são eles que votam e aprovam propostas importantes. É por isso que devemos pensar bem antes de votar e eleger pessoas de bem, compromissadas com a população e com o bem comum.

A feijoada estava deliciosa e a recepção foi calorosa. Para encerrar, as crianças da Rocinha prepararam apresentações de dança e até eu e o companheiro Bittar arriscamos uns passos na pista.

Comments

comments